Você está preparado para o futuro das relações de aluguel por temporada?

Como recurso de compartilhamento de espaço, o Airbnb está se tornando cada vez mais popular, e já vem transformando a industria do turismo. Muitos turistas já adquiriram o costume de verificar as disponibilidades da ferramenta antes mesmo de recorrer à reserva de hotéis.

Há muitas coisas para pensar antes de decidir cadastrar seu espaço no Airbnb, especialmente se sua casa ou apartamento é alugado.

Antes de tomar essa decisão, você deve levar em conta:

Isso irá violar seu contrato?

Se você pretende cadastrar sua locação no Airbnb, examine seu contrato para garantir que você não esteja violando diretamente nenhuma cláusula presente no contrato de locação.

Ao analisar seu contrato de locação, não basta procurar por alguma restrição direta ao Airbnb. Considere qualquer clausula que possa ser ligada remotamente ao serviço e considere políticas de danos.

Vale a pena?

Caso esteja decidido em cadastrar-se no Airbnb, avalie se a ideia realmente vale a pena. O principal ponto a considerar, é a localização. Se você está localizado em uma boa região, de uma cidade grande, ou se na sua região tem uma movimentação turística considerável em temporadas, pode ser uma boa ideia; Do contrario, você estará desperdiçando seu tempo.

Logística, preços e segurança

Analise o preço que pode pedir, baseando-se na sua localização e as qualidades da habitação. Considere também se precisará de um lugar para ficar enquanto estiver alugando para os usuários do Airbnb, e se isso irá custar mais para você.
Você também deve considerar a necessidade de um seguro adicional ao alugar a casa, o que pode afetar sua lucratividade.

O Airbnb oferece uma cobertura básica, que pode não ser o suficiente para enfrentar um processo mais sério que possa surgir. Você tem algum seguro como inquilino sob seu pertences? Se tiver, ele prevalece mesmo você alugando seu espaço locado? Certifique-se de todos as possibilidades antes de se cadastrar.

Disponibilidade

Como anfitrião, é de sua responsabilidade entregar a habitação, sendo casa ou apartamento impecável para os recém-chegados. Se seu espaço é muito disputado e tem grande movimentação de inquilinos, isso significa que a limpeza e arrumação será um trabalho continuo que demanda tempo. Além disso, sendo o anfitrião você precisa estar acessível aos seus inquilinos para que eles possam entrar em contato caso haja algum problema.

Considere quanto tempo você levará para suprir as demandas dessas pessoas e se você tem a possibilidade de dedicar-se a isso. Lembre-se que no sistema Aibnb as habitações recebem notas e feedbacks dos turistas que passaram pela habitação, então é de extrema importância certificar-se de oferecer o melhor.

Qual seu objetivo?

Você está tentando ganhar algum dinheiro extra ou procurando uma renda confiável? Você está disposto a deixar sua casa nas mãos de estranhos ou dormir sob o mesmo teto? Colocar sua casa no Airbnb parece muito mais fácil do que realmente é, especialmente se você não é o proprietário. Faça sua pesquisa e tenha uma discussão aberta com o seu locador antes de tomar uma decisão. Bem mais fácil A izee é o sistema de aluguel automatizado que facilita a vida das imobiliárias – se ainda não conhece – clique aqui .

O Locatário Saiu do Papel e Já Está no Celular Há Tempos

O processo de aluguel tradicional está com os dias contados – as automações e facilidades da tecnologia chegaram com tudo e isso é visível em diversos setores. Hoje já não é necessário ligar para a central de táxis e pedir um carro, você pede através do celular com um clique e o pagamento é automático. Lembretes são registrados a todo momento através de aplicativos de notas e gravação de voz – adeus papel!

Em 2014, 81,1% dos jovens de 18 a 19 anos utilizaram Internet. É mais que um quarto da população dessa faixa etária. E esses números só tendem a aumentar…

O acesso de Internet nas casas por todo Brasil também é um fato concreto – pulou de 6,3% em 2004, para 36,8% em 2014. Independente da idade, temos um país cada vez mais conectado.

De 2005 a 2014 – mais de 80 mil pessoas adquiriram um telefone móvel. Percebe a velocidade da mudança?

Já falamos em outra matéria como a experiência do usuário pode aumentar o seu retorno financeiro. Em uma sociedade rápida e de profunda transformação, quem revê seus processos está na frente.

Imobiliárias em São Paulo chegaram a reportar aumentos de 30% a 35% no  fechamento de contratos de aluguel no começo de 2018 – muito se deve aos estudantes do interior paulista, que estudarão em faculdades paulistanas e precisam encontrar um lugar para morar. A imobiliária que tiver uma forma fácil e rápida de fazer aluguel para esse público jovem e digitalmente conectado (Prováveis mais de 81,1% da população, se pensamos no crescimento anual que os apontamentos do IBGE tem indicado) estará entregando uma experiência positiva e memorável para esse público. Não custa dizer que o crescimento não está só no público jovem, ele é geral.

Já imaginou se existisse uma solução para entregar um processo de aluguel otimizado e digital? Nós não só pensamos. Fizemos!

Se ainda não conhece a izee, aproveite para dar uma conferida em nossa apresentação!

Contra Dados Não Há Argumentos – Investir em Costumer Experience Quase Dobra Retornos Financeiros

Para além de investimentos pesados em propaganda, o bom serviço sempre trouxe retorno para as empresas. É assim há muito tempo e tem uma lógica simples: o cliente entra em um processo, tem as expectativas satisfeitas e termina por indicar o serviço para um conhecido.

É fácil simplificar as coisas e colocar dessa forma, porém o Custumer Experience (CX) deve ser levado a sério em uma organização – o processo precisa ser dissecado e analisado parte a parte.

Para Keller & Kotler, o Customer Experience (CX) passa pelo conceito de satisfação. Quando o desempenho não atinge as expectativas, o cliente fica decepcionado. Se o desempenho alcança as expectativas, o cliente se satisfaz. Quando desempenho supera as expectativas, o cliente se encanta.

Já deu pra perceber o peso do assunto nas empresas, não?

Um novo estudo conduzido pela Forrester Consulting, patrocinado pela Adobe, entrevistou mais de 1200 gestores em empresas chegou a conclusões muito valiosas sobre CX. Empresas com foco na experiência do consumidor tem:

1,6 vezes mais reconhecimento de marca;

1,5 vezes mais satisfação do funcionário;

1,9 vezes mais valor médio por pedido;

1,7 vezes mais retenção de clientes;

1,9 vezes mais retorno de investimentos;

1,6 vezes mais taxas de satisfação do cliente.

Com a izee o cliente envia documentos e acompanha todo o processo de aluguel pelo celular ou no computador. Isso é velocidade e transparência no processo, satisfação na certa. Quer saber mais? Baixe a nossa apresentação aqui!

Confira o estudo na íntegra aqui.

https://wwwimages2.adobe.com/content/dam/acom/en/experience-cloud/research/roi/pdfs/business-impact-of-cx.pdf